Powered by Blogger.
RSS

Como são belas as tuas mãos...


Carrego no corpo as marcas  do nosso desejo abafado
nossas mãos ávidas deslizam nos labirintos da vida
sinto tua mão suave  deslizando sobre meu rosto...

Luto para sobreviver ao tempo errado em que nascemos
no meio da noite de todas as tormentas mora a minha paz
como são belas as tuas mãos...

Manuel Marques (Arroz)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comments:

Post a Comment

Publicações populares