Powered by Blogger.
RSS

VIRADAS

VIRADAS
(Por Maristela Ormond)

Imagem retirada da web

Que toda lágrima vire um diamante,
Que toda maldade vire um conto.
Todo preconceito, uma taça de espumante.
Que toda tristeza tenha um desconto.

Que toda estupidez vire perdão.
Que toda intolerância vire perfume.
Que todo sofrimento voe num balão.
Toda inveja, a luz de um vagalume...

Que todo ódio vire uma flor
Que toda derrota vire uma espada.
Toda injustiça, um raio de calor.
Que toda desigualdade vire uma piada.

Que toda indiferença vire um bombom.
Todo desapreço, uma rosa em botão.
Que toda aflição vire um sorriso bom.
Que toda desumanização vire um grande coração.  




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Maristela que esse poema vire oração em cada coração.
Adoreiiiiiiiiiiiiiiii!
Beijos

Josué da Silva Brito said...

Muito lindo e sensível!!!

Post a Comment

Publicações populares